Servidores do DF terão descontos acima de 10% no comércio e em faculdades

 Servidores do DF terão descontos acima de 10% no comércio e em faculdades

Programas lançados pelo GDF nesta quarta-feira (11/11) oferecem benefícios ao funcionalismo local e podem alcançar 1 milhão de pessoas

Os servidores públicos do Distrito Federal terão descontos no comércio e em cursos de graduação. O GDF lançou, nesta quarta-feira (11/11), o Clube de Desconto e o Programa DF Superior, que preveem abatimentos a partir de 10%.

No caso da graduação, as instituições cadastradas como consignatárias oferecerão descontos acima de 15% na mensalidade. Para as faculdades inscritas que não aderirem a este modelo, será emitido boleto de pagamento com abatimento a partir de 10%. Algumas já sinalizaram o percentual de 60%.

O Banco de Brasília (BRB) será o agente financeiro do Clube de Desconto.

O benefício será oferecido por meio de parcerias com empresas privadas de diversos ramos comerciais, que garantirão aos funcionários públicos locais descontos e condições especiais nas aquisições de produtos e serviços. A ideia é oferecer o serviço a 160 mil funcionários do Governo do Distrito Federal (GDF), o que poderá ampliar o volume de negócios.

Palácio do Buriti

Programas beneficiam servidores do GDFRAIMUNDO SAMPAIO/ESP. METRÓPOLES

Presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, lembrou que, nos últimos meses, o governo lançou o plano de saúde dos servidores e o programa de refinanciamento de dívidas, o RefisGustavo Moreno/Especial para o Metrópoles

As empresas interessadas em participar do programa deverão preencher e assinar termo de credenciamento a ser divulgado pelo GDF.

Segundo o vice-governador, Paco Britto, o clube de descontos faz parte dos compromissos de campanha do governador Ibaneis Rocha (MDB). Ele disse que programa abre possibilidade para desconto em folha e, com isso, a margem para inadimplência cairá para zero.

Já o secretário de Economia, André Clemente, destacou que a medida pode beneficiar 1 milhão de pessoas, considerando os familiares dos servidores. “O servidor tem que se sentir valorizado. É preciso protegê-lo e dar capacitação a ele”, afirmou.

O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, lembrou que, nos últimos meses, o governo lançou o plano de saúde dos servidores e o programa de refinanciamento de dívidas, o Refis. “Mas não devemos nos acostumar. Devemos sempre buscar melhorar”, pontuou.

Restrição

Conforme adiantado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) no Dia do Servidor Público, em 28 de outubro, o clube de serviços pode abranger viagens, compra de passagens, hospedagens, aquisição de veículos, equipamentos como computadores, eletrodomésticos, entre outros.

As empresas participantes do Clube de Desconto do Servidor não terão qualquer benefício junto aos programas de governo, licitações, contratos ou obrigações fiscais, segundo o GDF. A única restrição do programa lançado nesta quarta-feira (11/11) é para aquelas que tenham sido declaradas inidôneas pela administração pública ou punida com suspensão do direito de firmar convênios ou outros ajustes com o GDF.

Durante a vigência da parceria, o percentual de desconto nos produtos e/ou serviços a serem oferecidos aos servidores públicos poderá ser alterado pelas próprias empresas, mas terá validade de um mês após o governo ser comunicado.

Fonte : Metrópoles 

Alex Ramalho